Lula Institui o Dia do Rei Pelé, a data escolhida marca o dia em que o jogador marcou seu milésimo gol 19 de novembro

Lula Institui o Dia do Rei Pelé, a data escolhida marca o dia em que o jogador marcou seu milésimo gol 19 de novembro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou a lei que cria o Dia do Rei Pelé, que será comemorado em 19 de novembro. A data escolhida marca o dia em que o jogador marcou seu milésimo gol, na partida entre Santos x Vasco, em 1969. A Lei 14.909 foi assinada na segunda-feira (1/7), e também estabelece que as comemorações devam acontecer anualmente.

A iniciativa foi proposta pelo Congresso Nacional, e aprovada pela Comissão de Esportes do Senado. Segundo o relator da proposta, o senador Jorge Kajuru (PSB-GO), a contribuição de Pelé “fora das quatro linhas” também foi significativa.

“Seu envolvimento em causas sociais, seu trabalho junto a organismos internacionais como a ONU, a Unesco e a Unicef, e sua luta por um sistema esportivo mais justo no Brasil, exemplificam seu compromisso com a sociedade e com o bem-estar das pessoas”, justificou o senador Jorge Kajuru .

O parlamentar também explicou que a data comemorativa é um reconhecimento a uma figura marcante do esporte mundial, tendo sido o único jogador a conquistar três títulos mundiais (1958, 1962 e 1970).

Atleta do Século

Nascido Edson Arantes do Nascimento e eternizado como o Rei do Futebol, Pelé morreu em 2022, aos 82 anos, em São Paulo, por falência múltipla dos órgãos. Pelé foi internado pela última vez em 29 de novembro de 2022, no Hospital Albert Einstein, em 21 de dezembro, o quadro se agravou, com a aceleração do câncer e problemas renais e cardíacos.

Reverenciado no mundo inteiro, Pelé tido por muitos como o maior jogador de todos os tempos, o Atleta do Século foi tricampeão do mundo com a seleção brasileira e bicampeão do Mundial Interclubes com o Santos (1962 e 1963), tendo marcado 1.281 gols em 1.363 partidas oficiais.

Além da camisa da seleção brasileira (1957 a 1971), que ajudou a tornar icônico o número 10, Pelé defendeu as cores do Santos (1956 a 1974) e do New York Cosmos (1975 a 1977).